domingo, 3 de fevereiro de 2008

Semana

Para a semana que ontem terminou acho que consigo atribuir uma série de adjectivos.
Cada dia uma peripécia.
Cada peripécia uma chatisse.
Cada chatisse um problema adicional.

As vezes penso que como a vida no Canadá onde se conhece tão poucas pessoas às vezes se torna tudo muito mais simples.

Mentiría no entanto senão apontasse algumas coisas boas. Vejamos:

Segunda 28: Ortopedista - Cirurgia em Abril
Terça 29: 10 horas sem comer - Ecografia que atrasa -
Quarta 30: Um dia normal a terminar da pior maneira.
Quinta 31: Aniversário - Fiquei e casa - Almoço no Meco - Jantar com pais - Noite com amigos - A confusão da noite anterior continua.
Sexta 1: Trabalho - Dentista a aconselhar uma prótese (1500€) - Jantar com Ana M. e Maria.
Sábado 2: Familia e Amigos. Dia calmo e agradável.

Hoje sinto-me como que adormecido. Parece que a semana passou e eu não tive tempo para a avaliar e cair em mim. Acho que a queda vai ser dura. De qualquer forma já está na hora de aprender uma série de coisas.

O bom disto tudo é quando vemos que ao "espremer" todas as pessoas que nos rodeiam, a quantidade de sumo que obtemos vai sendo a mesma ao longo dos anos.

Não sei se isto tudo faz sentido. Mas hoje estou numa de "brainstroming".


3 comentários:

Miguel Caetano disse...

Tenho outra sensção que talvez vá ao encontro dos teus pensamentos: à mediada que o tempo avança a confusão diária aumenta. Ou temos mais que fazer ou a idade tornanos mais desorganizados.

av disse...

Parabéns atrasados:)

João disse...

MC: Ou então é isso. Mas não me parece que a idade justifique tudo.
av: Obrigado :)