quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Regresso

Foi um longo regresso de cinco dias. Três de barco (pelo Drake) e dois de avião.
Mas ficou a muita mas muita vontade de voltar.
Na despedida ofereceram-me este quadro assinado por todos.
Sem palavras.



segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Ilha de Deception, Antárctida #3

Ao contrário de quando estive no Árctico, na  Antárctida observar vida selvagem não é muito dificil.
Não vi grande variedade de fauna (de grande porte) mas a que há existe em abundância. Principalmente os pinguins. Era grande a minha curiosidade de estar com eles e observá-los no seu habitat natural e, superou todas as minhas expectativas. Bichos fantásticos. Infelizmente não tive tempo de ir às pinguineiras onde eles estão aos milhares. Mas fizeram questão de nos visitar na base individualmente ou em grandes grupos.

Skuas
Pinguins

Focas de Weddel

Baleias Corcundas

video

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Ilha de Deception, Antárctida #2

Hoje fotos da parte "mais terrestre".
Esta parte resume-se essencialmente aquilo que era a base do cone vulcânico, mas ainda assim é constiutida por montanhas enormes e glaciares. Foi pena foi o tempo estar sempre muito nublado o que fazia com que fosse complicado avistar as partes mais altas.
Outros aspectos interessantes era a existência de rios glaciares e fumarolas por todo o lado.


 Fumarolas na praia




Rio Mecon

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Ilha de Deception, Antárctida #1

A ilha de Deception na Antárctida é uma das ilhas que pertence ao Arquipélago das Ilhas Shetland do Sul.
A ilha é basicamente a caldeira de um vulcão activo. 
Inicialmente era um ponto de processamento de óleo de baleia mas agora serve unicamente para fins turisticos e cientificos.
Nesta ilha existem a base espanhola e uma base argentina.
Hoje ficam fotos da baía central (Porto Foster) e das imediações.

 Mapa da ilha







segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

BAE Gabriel de Castilla

Depois de três dias de mar muito mau chegamos finalmente à BAE (Base Antárctida Espanhola) na ilha de Deception, na Antárctida.
O primeiro pensamento que me veio à cabeça foi: "a minha casa nas próximas semanas".
E que casa. Já estive em hotéis bem piores. Esta base é gerida por militares espanhóis e toda a logística também é assegurada por eles. E funciona tudo na perfeição.
Para além disso foi impecável viver todos estes dias num refúgio em que num raio de muitos quilómetros não existia mais ninguém. Só alguns navios de turismo que passavam por ali.

 A base
 Sala de convívio/refeitório
 Camarata
 Módulos de trabalho

 Iglos de apoio
 Logistica
A vista da sala

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Passagem do Estreito de Drake

No dia 28/11 foi o embarque rumo à Antárctida.
A travessia iria durar três dias e seria a bordo do navio oceanográfico da Armada Espanhola, o Las Palmas. Iríamos atravessar o famoso estreito ou passagem de Drake.
Este estreito é a parte do oceano Antárctico situada entre a extremidade sul da América do Sul e a Antárctida. É uma das zonas do globo onde se conhecem a piores condições meteorológicas marítimas do mundo. 
E nós bem que sentimos isso.
Ondas de 12m e ventos ciclónicos fizeram-nos sentir no inferno (mas mais frio). Foram comprimidos para o enjoo diários e até colegas nossos que não se levantaram nem comeram durante os três dias da travessia.
Pelos menos deu para ver os famosos icebergs e em alguns, pinguins que passeavam calmamente nestas massas de gelo flutuante :).

 Las Palmas
 A minha mochila no beliche
 Estreito de Drake
 Idem
Iceberg

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Parque Nacional da Terra do Fogo

Não há palavras para descrever este cenário.
Aquilo que me vinha a cabeça era "parece que estou dentro de um calendário".
Pena o mau tempo que se fazia sentir e o facto de só termos uma tarde para o visitar pois o barco para a antárctica iria sair um dia antes do previsto.
Ficou a vontade de voltar para muito trecking aqui.
Salienta-se o facto de ser aqui que termina a Road 3 que atravessa toda a América (de norte a sul). Daí a placa no final dessa estrada.